terça-feira, 3 de dezembro de 2013

O Coração Do Violinista (Fernando Sabino)



De repente, meu amigo tentou liquidar a discussão, dizendo que bateria não era instrumento de música.
- como não é instrumento de música? É instrumento de quê, então?
-De jazz.
-E jazz não é música?
-Música para você: para mim que não é.
- Toda orquestra sinfônica tem bateria.
-Nem por isso ela fica sendo instrumento de música.
- Por que não?

-Toda orquestra sinfônica tem maestro. Maestro é instrumento de música?
- Em certo sentido, é.
-Ora, você está é bêbado.
Discutíamos por discutir, levando pela necessidade de manter aceso o interesse da conversa, enquanto tomávamos a nossa cerveja. Meu amigo voltou a carga:
-Você não entende de instrumento de música. Se entende, me diga uma coisa: bateria é instrumento de percussão, não é isso mesmo?
-Tenho a impressão que sim.
- Tem a impressão, não: é instrumento de percussão. Agora me diga uma coisa: o piano. O piano é instrumento de corda ou de percussão?
Embatuquei. Sempre tivera o piano na conta de instrumento de corda, ora essa era muito boa. Mas o diabo daquele martelinho lá dentro, percutindo nas cordas... percussão?
- De corda - arrisquei.
-Não senhor: de percussão - arrematou ele, triunfante, e chamou o garçom com um gesto, pedindo outra cerveja.
Veio-me a certeza de que se eu tivesse falado "de percussão", ele diria: "de corda". Agarrei-me à corda:
- Percussão onde, senhor! De corda.
Percussão.
-Corda.
Dali partiríamos para os sopapos, se de súbito não tivesse entrado no bar o violinista triste. Vinha de um programa de televisão, onde mal aparecia, na terceira fila de uma orquestra. Mas não era por isso que ultimamente vivia triste: andava apaixonado, sabia-se, e não tivera ainda nem coragem de se declarar à sua amada, "uma mulher pra muito luxo", dizia ele. Foi sentar-se a um canto, como sempre, pediu um conhaque. Imediatamente o convocamos para a nossa mesa, e veio, olhos de vaca mansa, trazendo seu cálice. para ele tanto fazia sentar-se nesta como naquela, ora dane-se! estava apaixonado.
- Você que é músico de verdade, vai dizer aqui uma última palavra: bateria é ou não é instrumento de música?
-Piano é instrumento de percussão ou de corda?
Mas o violinista triste não queria saber de nada, muito menos de conversa fiada de botequim. Largou-nos com uma olhar desconsolado, soltou um suspiro que era um mugido tristíssimo, ergue-se, levando o cálice ao peito: 

        -E o coração... É instrumento de sopro ou de percussão?

(Fernando Sabino - Livro:  A mulher do vizinho. )


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário