domingo, 10 de agosto de 2014

Domingo


O cheiro de café que invade  meu quarto nessa manhã, me fez acordar. Domingo é o dia mundial da família reunida, dos namorados, da preguiça e da ressaca. Quem se atrever a ir contra, será morto. Não será morto, mas será excluído, e tenho dito! Não é querendo praticar bullying, mas é necessário. As pessoas devem aprender a viver. Domingo é domingo.

Pior que um domingo preguiçoso é uma sexta preguiçosa e fria. Dia de sono. É assim que chamo. Frio só deveria vir em dias de férias, onde ninguém precisa sair de casa. Seria maravilhoso. Sim, eu sou preguiçoso. Não sou preguiçoso do tipo, "não quero trabalhar", apenas uma preguiça normal, sou assim. Sou mamífero, é de mim, é de nós.

Ainda estou a levantar, a preguiça não estava deixando, o cheiro do café continua forte, é a família reunida de domingo, todos na mesa do café. Vou direto ao banheiro, escovo os dentes antes. Acho que é costume. Volto, pego uma xícara para colocar meu delicioso café da manhã - como assim acabou o café? Vocês beberam tudo?! - O café se foi, a minha alegria também. Odeio domingos em família. Odeio quem bebeu meu café.




Reações:

0 comentários:

Postar um comentário