sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Todo balanço que eu danço é o balanço do branco




"Um pouco para o lado, isso! A cabeça, vira só um pouquinho pra esquerda... Tá pronto, não se mexa, sorria!". Pronto, mais uma foto tirada, é como se fosse uma missão cumprida, o sofrimento agora é pouco, mal sabem o que passo depois na edição. Melhor, nem queiram saber, é horrível. Se eu soubesse que seria assim, juro que jamais seria um fotografo.


Saber a posição da luz, do sol, do rosto, o balanço do branco e os efeitos de cinema que mais combinam com o perfil da pessoa, ou melhor, do modelo. Modelo... Antes era modelo quem era bonito, alto e sarado(a). Hoje em dia todo mundo é modelo de "instagram". Até comida! Que mundo é esse? 

As pessoas acham que ser fotografo não é uma profissão, tudo mundo é fotografo. Ou melhor, todo mundo se acha fotografo. Mal sabem o que passo, mal sabem o quanto ganho (uma merreca, por sinal). " Você é profissional, vai em vários eventos e desfruta de tudo". Sempre tem um pra dizer isso. Acham que realmente estou curtindo o Show daquela minha banda preferida, na verdade, não sei nem que música está tocando naquele momento, é triste. 



É uma relação de amor e ódio com minha profissão. Amo a arte e odeio o descaso. As pessoas do "photoshop" mal feito. Nem um programa decente eles usam, e se dizem fotógrafos. Melhor ainda quando vem pedir opinião, sou sincero, e digo estar um lixo. As pessoas me odeiam, não sou invejoso, sou realista. Não saber o que o "balanço do branco" altera a foto, ai é burrice demais, não estudei para isso!. Largarei esta profissão, serei um contador, ou um analista de sistemas, catador de latinhas, qualquer coisa mais valorizada.

Só que na verdade, eu ainda amo o que faço, e sempre faço com vontade. Mesmo reclamando, acho que nasci para isso e acho que farei isso pro resto da vida. Talvez seja esse o dom que recebi, fazer da minha fotografia a minha arte e mostrar para o mundo o que tenho de melhor e... " Ei! vira logo a cabeça pro lado, er... por favor!". Ainda largo essa profissão, juro!.





Reações:

Um comentário: