segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Promessa


O ano novo chegou e me trouxe as mesmas coisas do velho, resolvi fazer um trato com ele, não iria mais prometer nada, a única coisa que iria prometer seria: cumprir tudo o que não pude ao longo dos anos. Essa foi minha promessa. Pretendo cumprir.

Os anos passaram e sinto o amadurecimento, meu corpo envelhecendo. Nem mesmo meu espírito jovem quer muito se manifestar. Não serei o chaves da vida real. Estou envelhecendo e isso é um fato. Talvez seja a crise dos Vinte e poucos anos.

Não te direi que o futuro não me assusta,
porque me da muito medo. Muitas coisas podem acontecer, se o que a vida me ensinou de melhor, foi : ela é imprevisível. Sendo assim, o futuro nós assusta. Mais ainda quando se fez muita coisa no passado. Não me arrependo de nada, mas eu mudaria muita coisa. Me esforçaria bem mais, e deixaria a preguiça de lado. Só que, acho que o passado me transformou no que sou hoje. Eu amadureci pelo que eu vivi, e aprendi. Não sou mais o bobo de antes, eu aprendi da pior forma, e isso será meu sucesso.

Envelhecerei mais um ano, não ficarei para trás, porque seguirei em frente dessa vez. Continuo cumprindo minhas promessas, e cumprirei até todas se acabarem, talvez eu acrescente mais algumas. Não tem problema. O que não pode faltar é o meu grande sonho, de poder escrever e livros publicar. Não será mais sonho, será a realidade, a desse ano e dos próximos. Pois estou no meu momento, no meu amadurecimento, na minha nova etapa. Essa será minha conquista.

 
Reações:

2 comentários: